Skip to content

O que é um plano de saúde?

Um plano de saúde é um serviço oferecido por empresas ou instituições que tem como objetivo principal fornecer assistência médica a seus beneficiários. Esses planos são contratados por pessoas físicas ou jurídicas, e garantem acesso a consultas, exames, internações e outros tipos de procedimentos de saúde, de acordo com o contrato estabelecido.

Quais são os tipos de planos de saúde disponíveis?

Existem diferentes tipos de planos de saúde disponíveis no mercado, cada um com suas particularidades. Os principais são:

1. Plano de saúde individual ou familiar:

Trata-se de um plano contratado por uma pessoa física ou por uma família, em que os beneficiários têm acesso a serviços médicos e hospitalares de forma individual ou conjunta.

2. Plano de saúde coletivo empresarial:

Esse tipo de plano é oferecido por empresas aos seus funcionários como um benefício. Geralmente, esses planos têm um custo menor para os beneficiários, já que a empresa negocia um valor diferenciado junto à operadora de saúde.

3. Plano de saúde coletivo por adesão:

Esse tipo de plano é destinado a grupos profissionais, como sindicatos, associações, conselhos profissionais, entre outros. Os interessados nesse tipo de plano devem ser associados a uma dessas entidades para poderem usufruir dos serviços de saúde oferecidos.

Como funciona um plano de saúde?

Para entender como funciona um plano de saúde, é necessário conhecer seus principais elementos e características:

1. Contrato:

O contrato é o documento que estabelece as regras e condições do plano de saúde. Nele, estão descritos os serviços e coberturas oferecidos, as carências, os prazos de utilização, as redes de atendimento disponíveis, entre outras informações relevantes.

2. Mensalidade:

O beneficiário do plano de saúde precisa pagar mensalmente um valor estipulado para manter a cobertura ativa. A mensalidade pode variar de acordo com o tipo de plano e as coberturas contratadas.

3. Carência:

A carência é o período estabelecido em contrato em que o beneficiário não pode utilizar alguns serviços ou procedimentos. Geralmente, a carência varia de acordo com o tipo de plano e pode abranger desde consultas e exames simples até procedimentos mais complexos, como cirurgias.

4. Rede de atendimento:

O plano de saúde possui uma rede de atendimento, que é composta por médicos, hospitais, laboratórios e outros prestadores de serviço credenciados. O beneficiário só poderá utilizar os serviços de saúde dentro dessa rede, a menos que exista uma cláusula de reembolso.

5. Reembolso:

Algumas operadoras de planos de saúde oferecem a opção de reembolso para seus beneficiários. Ou seja, caso o beneficiário precise realizar um procedimento fora da rede de atendimento, ele poderá pagar pelo serviço e, posteriormente, solicitar o reembolso à operadora.

6. Coberturas:

Os planos de saúde podem oferecer coberturas diferentes, que variam de acordo com o tipo de plano contratado. As coberturas podem incluir consultas médicas, exames laboratoriais, internações hospitalares, tratamentos odontológicos, entre outros.

7. Portabilidade de carência:

A portabilidade de carência é um direito do beneficiário que permite que ele mude de plano de saúde, mantendo os períodos de carência já cumpridos. Essa possibilidade existe desde que o beneficiário esteja em dia com as mensalidades e respeitando algumas regras estabelecidas pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Conclusão

Em resumo, um plano de saúde é um serviço que oferece assistência médica e hospitalar aos seus beneficiários mediante um contrato. Existem diversos tipos de planos disponíveis, cada um com suas características específicas. É importante estar atento às regras, coberturas e condições estabelecidas no contrato, para garantir um bom uso e aproveitamento do plano de saúde.

Routine Checkups is an important part of children health.

Play Video